quarta-feira, 15 de abril de 2009

O fim da Merzbau

olá,


Já não passava aqui há uns tempos mas tendo sido avisado de que a notícia do fim da Merzbau teria corrido rapidamente, motivada por um Post do meu querido amigo Luis Antero no blog Beats Play Free, decidi aqui acorrer para adiantar mais alguma informação.
De facto os dias da Merzbau aproximam-se do seu fim. Nunca foi meu intento assumir o papel de promotor de música independente, no entanto o crescimento exponencial da Merzbau nos últimos 4 anos de actividade colocou-me com um "problema" em mãos. Para poder assumir o desafio seria necessário um maior empenhamento e comprometimento da minha parte, o que na minha condição de dualidade entre músico e agente musical se tornava algo complexo de conciliar. Por esse motivo e porque o que sempre me moveu foi a vontade de fazer música, decidi colocar um ponto final neste projecto e dedicar-me afincadamente aos meus próximos tempos enquanto criador, papel no qual me sinto melhor e que se encontra cheio de planos e perspectivas.
Por esse motivo e para não correr o risco de não cumprir com as expectativas chegou então o momento certo de dar um ponto final a este projecto. Ainda irão acontecer mais um par de edições que penso que ficarão bastante bem no nosso catálogo, concluir também o ciclo rua áurea que decorre por estes dias no Século (Bairro Alto) e a tour de B Fachada, que apresenta em breve um novo disco pela florcaveira e cuja tour foi organizada e promovida pela Merzbau.

Agradeço a todos os que contribuíram para a construção desta família.
Até breve...

4 comentários:

ps disse...

tenho o mesmo problema, mas continuo com esperanças de conseguir encontrar alguém disposto a carregar com o fardo de organizar e promover eventos da enough, entretanto vou fazendo o que posso, por pouco que seja sempre é mais do que nada. mas compreendo inteiramente que tenhas tiago muita mais carga em cima, quer pelo tipo de projectos que promoves quer por teres projectos pessoais muito mais activos. mas é uma pena que não consigues passar o testemunho da editora a outra pessoa para continuar o trabalho. vê-lo desvanecer-se assim no tempo dá-me tristeza.

Rute Correia disse...

Um dia triste para o netaudio. O teu trabalho é bom, continua =)

Ogata T3tsuo disse...

Subscrevo as palavras do ps e da Rute. É triste ver projectos bons desaparecerem.
Desejo as maiores felicidades para aventuras futuras...

luís antero disse...

como já te tinha dito, caro Tiago, muito boa sorte daqui para diante. a malta vai seguir-te com atenção e aplaudir as tuas investidas sonoras. o teu «western lands» já está na prateleira dos livros da beat cá de casa :)
grande abraço do sopé da estrela